quarta-feira, 3 de novembro de 2010

Movie (yester)day!

Eu resolvi atualizar rapidinho só pra comentar sobre um filme que eu revi recentemente e, mais uma vez, me surpreendi. Trata-se de A Órfã, pseudo terror  (eu só não chamo de terror porque apenas coisas com espíritos realmente me assustam, maaaaas dizem que é terror).

Enfim, eu já tinha uma certa história com esse filme, porque eu ia ao cinema e via o cartaz medonho (coloquei como link, porque não quero entrar no meu blog e olhar pra ele ) e achava que esse filme tinha cara de muito assustador, prometi que jamais veria, até que perdi meu medo de filmes e peguei pra ver. 
O que eu acho mais estranho nesse filme é como eu continuo achando o final muito inesperado.
Vamos a história. 
"Que menina doce! Vamos adotá-la"

Kate (Vera Farmiga) e John são um casal, com dois filhos, que sofreram com a perda de uma filha recem-nascida. Kate é alcóolatra e é aconselhada a adotar uma criança como forma de superar a tragédia. Assim, ela e seu marido procuram um orfanato, no qual John tem uma ligação com uma menina, que é a escolhida. 

Esther (Isabelle Fuhrman), cuja familia morreu num incendio, é doce, educada, a princípio. No entanto, ao chegar em casa, seu filho mais velho não a recebe tão bem e coisas estranhas passam a acontecer quando ela está perto (realmente estranhas). Aaaah, eu não posso mais contar daí, que é quando fica realmente legal. Assistam, vale a pena. 


Esther e Max, a filha mais nova

Só pra contar e finalizar, eu tenho que comentar sobre crianças que fazer filmes de terror. Eu sempre achei isso estranho e assustador, mas nesse filme isso fica ainda mais estranho - quem viu entende melhor. A menina que interpreta a Esther tem, hoje, 13 anos. (Lembrando que o filme é de 2009, mas dá uma diferença). Enfim, o que vocês acham sobre esse assunto ?

Por Mel

Um comentário:

DeFatto! disse...

esse filme é foda, babo
Z.