terça-feira, 26 de outubro de 2010

Livro da semana: ... !

Ahá! Minha promessa de postar dicas de livro aqui foi aparentemente descumprida né ? Errado!
Acontece que, agora, eu e a Zoe estamos postando no TresLapis (visiiitem, está lindo e com ótimas dicas!), junto com a Thaic, do OlhandoProInfinito. Acabei de enviar minha dica de 'O Guia do Mochileiro da Galáxias' para lá. Leiam, estou apaixonada por esse livro.  

Então, eu e a Zoe ainda não sabemos o que fazer. Ela pensou em criar uma sessão 'Eu recomendo' aqui, com uma dica por semana, mas eu e ela sempre damos n dicas por semana, então, veremos ainda.

Mas, por hoje, eu vou indicar um filme que eu amo demais. 'Amor Além da Vida', de 1998, com Robin Williams, Cuba Gooding Jr. e Annabella Sciorra. Eu não vou perder meu tempo falando sobre o quando eu acho esse filme lindo (tanto na história quando no cenário em si, é tudo muito bem feito). 
O filme conta a história de um casal que, após a morte dos seus dois filhos, tenta se reerguer. No entanto, alguns anos após o acidente, Chris, o marido, também morre. Abalada, Annie, sua esposa, comete suicídio e, em vez de ser enviada para o Paraíso, como seus filhos e marido, ela é enviada para outro lugar, onde é incapaz de perceber que morreu. 
Por isso, Chris sai do paraiso para ir em busca da sua mulher, embora ela seja incapaz de reconhece-lo. 

"Aonde vamos, querida?
Em um minuto não saberei mais quem você é, assim como não sabe quem eu sou. 
Mas estaremos juntos. Que é como deve ser."

"... mas eu posso perdoar você."
"Por matar o meu marido?"
"Por ser tão maravilhosa que eu escolhi o infeno em vez do céu só pra poder ficar com você."


Adoro.
Por Mel

3 comentários:

DeFatto! disse...

Até eu, que não gosto de drama, chorei. É lindo, e emocionante de verdade *-* e eu tenho haha

Zo.

Patty disse...

De fato é interessante, mas vai de encontro a crencas na minha religiao, entao tenho um pezinho atrás quanto a esse filme.. mas realmente muito criativo e bonito!

DeFatto! disse...

bom, também vai contra a minha... eu apenas não misturo as coisas. É bom mesmo, vale a pena.
Zo.